Coluna do Rafa : Sobre alguma coisa qualquer


Olá caros leitores do Gossinp. Venho pela primeira vez escrever-lhes sobre alguma coisa qualquer. Bem, então já vou lhes contando...

Ninguém gosta de textos cansativos e nem chatos, além do mais cansa e irrita nossos olhos e nosso entusiasmo pela leitura, sei bem que é difícil para qualquer autor conquistar seu leitor com esse domínio da escrita, ainda mais logo pelo começo, de tornar para qualquer um, uma leitura gostosa e prazerosa.
É fatídico ver que um escritor que passou muito tempo escrevendo, lendo e relendo seu próprio texto, e ver que depois seu texto não foi aprovado por uma grande maioria, isso acabado deixando-o frustrado, e nem tem mais vontade de escrever sobre aquele tema, ele escreve sim, para espantar sua solidão, ou talvez para se expressar. Quando lhes falta ideia, escreve qualquer baboseira, porque nunca deixa de ditar qualquer coisa no teclado ou rabiscado uma folha, isso é um dom que ele possui, e tende a jamais falhar, mas falha, pois é humano.

Nós somos aficionados por capas, já o escritor liga mais para o conteúdo da mesma, para as palavras escorrendo aos olhos, é como se fosse uma melodia rimada, é disso que o escritor sente, na qual a rima simplista predomina, e a falta da rima, seria um disco todo riscado, sem melodia bonita e nem sonoridade suave...
Vamos entender bem a emoção de um escritor ao escrever e ser lido. Imaginem-se cantando uma música linda, talvez possa ser sua predileta, e o público todo emocionado com sua música e sua voz, o mesmo se passa ao escritor escrevendo e vendo seus leitores se emocionando com suas páginas escritas, pra ele é muito mais compensador, visto que é ele quem causa certa emoção.
Mesmo que um autor não tenha passado aquilo que ele queira ter passado numa escrita, ele publica, mas sempre acha que falta algo, e volta a escrever de novo, e novamente. Volta a pensar várias vezes sobre aquele parágrafo, não é fácil, nem mesmo mexer com certas palavras, elas confundem, emocionam, e tendem a ser uma equação exata na qual a matemática nem chega perto.


5 comentários:

  1. Sempre fui pessima em matemática rs mas agradeço muito a esses matemáticos da literatura , dessa adoro!
    Muita boa matéria!

    ResponderExcluir
  2. Sempre fui pessima em matemática rs mas agradeço muito a esses matemáticos da literatura , dessa adoro!
    Muita boa matéria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que lindo mt obg MIt... hahhah o mah arraso na montagem do texto bom a escrito fiquei corado ^^

      Excluir
  3. Olá! Está rolando uma promoção bem legal lá no blog! Confere lá: http://migre.me/8bQeZ

    ResponderExcluir